terça-feira, 19 de agosto de 2014

Vencendo Sagat com o Ken no Street Fighter 2 Hack M7



Este é um vídeo que eu fiz para o canal da Gaming Room no YouTube que está fazendo um relativo sucesso. Acho que é o pessoal matando a saudade da Street doidona dos fliperamas de antigamente!

O Gênio da Lâmpada e o gamer



Este é um meme que eu acabei de fazer agorinha para postar na Gaming Room e na página do site no Facebook.

Clique na figura para ampliar!

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Bäcker [Pilsen]

A Bäcker estava com um preço razoável outro dia e resolvi dar uma chance para esta nacional.

Antigamente, eu achava ela podrera, mas ouvi falar bem da marca e quis ver de koé.

Curti. Bem boa. Refrescante e com sabor acentuado, contrastando bastante com as porcarias da Ambev que eles vendem no país.

Acho que vale a pena experimentar os outros tipos de cerveja da Bäcker também, como a lager.

Alterando Gamemode No Minecraft 1.7.10 Com Trapaças Desligadas


Este é um vídeo do Minecraft que eu fiz pro canal do YouTube da Gaming Room que está fazendo um relativo sucesso. De todos os vídeos que eu fiz deste jogo, este é o mais visualizado até o momento.

Ele ensina como você pode mudar o modo de jogo (survival, creative, adventurer ou spectator) no jogo, mesmo se você tiver criado o seu mundo com as trapaças desligadas (Cheat OFF). Na verdade, você pode usar outras trapaças também, mas eu gosto de usar mais para testar alguma coisa e para fazer futuros vídeos com meu mundo survival atual.

Sabadão Do Doomguy [Memes]


Um meme que eu fiz para a página Curtas do Doomguy no Facebook com a garrafa velha e a nova que eu comprei do Ballantines 12 anos


terça-feira, 5 de agosto de 2014

Pilsner Urquell [Pilsen Tcheca]

Pilsner Urquell, como o próprio título desta publicação diz, é uma cerveja pilsen da República Tcheca.

Experimentei ela pela primeira vez já há alguns anos, e é uma das melhores importadas que já tomei.

Ela tem o sabor refrescante de uma lager, sem o amargor nem o ranço das pilsens nacionais e não é tão cara.

É o tipo de cerveja que você toma uma ou duas garrafas e fica de boa, se souber apreciar uma boa bebida.

Totalmente recomendada.

La Flor [Vinho]

La Flor é uma marca de vinhos argentina que eu comprei segundo recomendação, um pra mim e outro pro meu pai, e ambos  foram muito bem recebidos.

O preço pode ser um pouco salgado, lembro que a minha garrafa (essa da foto) foi uns 55 conto e a do meu pai quase 100 pilas, na época. Mas pelo menos esse cabernet sauvignon eu recomendo.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Wäls Stadj Jever [Cerveja]

A Stadj Jever da Wäls é uma lager premium da cervejaria.

Não tenho muito o que falar sobre esta cerveja, a não ser que ela é bastante cara para uma cerveja nacional que tem gosto cítrico, parecido com capim limão como todas da Wäls que eu já experimentei.

Posso estar errado quanto ao fato de que se coloca capim limão para disfarçar a não tão boa qualidade da cerveja, mas estou certo ao dizer que enquanto esse governo maluco continuar taxando e dificultando a entrada de bebidas importadas, pelos motivos imbecis que sejam, tornando-as muito mais caras do que deviam ser, o consumidor brasileiro vai continuar sendo prejudicado e a indústria nacional vai continuar sendo medíocre. Eu sei que o governo prejudica o produtor brasileiro também por uma série de razões, mas esse protecionismo não faz sentido.

Não me entenda mal, a cerveja não é ruim, mas pelo preço você compra alguma lager tcheca como a 1795 que é muito superior e não tem esse sabor cítrico subliminar. E não me importo se tal cerveja ganhou prêmio não sei de quem não sei das quantas. Não gosto de capim limão na minha cerva. Mesmo se eu gostasse, simplesmente não vale a pena o preço.

Clique na figura abaixo para ampliá-la.

domingo, 3 de agosto de 2014

Thikará [Sakê]

Comprei esse sakê para acompanhar a
Uma receita de frango a passarinho japonês (tori no tatsuta-age) e estava em um preço razoável.

Porém, achei ele com um sabor um tanto quanto cítrico, o que acaba enjoando (como acontece com as cervejas da Wals). Tomei metade da garrafa e deixei o resto na geladeira.

Curiosamente, no dia seguinte, achei o sakê bom. Mas bebi sem comer nada. Imagino se ele é bom mas não para acompanhar frango frito mas sim para beber puro.

Lembrando que eu não sou nem um especialista em sakê (também), então, se eu tiver falando besteira, sintam-se livres para me censurar.