segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Fim Do Relacionamento Versão LichKing

Eu tava procurando uma figura semelhante, mas não achei... daí arrumei essa que era mais maneira, completei o último quadrinho lá embaixo e pus a legenda (assim posso compartilhar com nossos amigos gringos também):


 hauahauhaua namoral... ficou muito engraçado...

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Cebola Burguer v1.1 [Dona Maria Mode]

Acho que descobri a versão definitiva do Cebola Burguer. Dessa vez ficou sinistro. Não mudou muito, apenas adicionei um ingrediente (maionese) e troquei a ordem deles no pão.

Ingredientes

  • 1 meia cebola partida em rodelas
  • 2 colheres de chá de maionese
  • 1 pão francês
  • 1 hambúrguer de boi
  • 1 ovo
  • Molho inglês ou Worcestershire sauce
  • Batata palha
Modo De Preparo

Primeiro abra o pão e passe 1 colher de chá de maionese em cada metade. Coloque a batatinha em uma das metades. Depois frite (ou grelhe ou asse) o hambúrguer, colocando-o em cima da batatinha. Refogue a cebola com o molho inglês, um pouco de azeite (e sal, se quiser), colocando a por cima do hambúrguer. Por fim, frite o ovo e coloque por cima das batatas, fechando com a outra metade do pão, que deve estar com maionese.

Ficou bonzasso... tenho que segurar a onda, senão vou acabar fazendo outro!


terça-feira, 16 de outubro de 2012

Cebola Burguer v1.0 [Dona Maria Mode]

Hoje estou inaugurando uma nova sessão do blog, o Dona Maria Mode (auheuaheuahe homenagem ao Mitsujii), onde vou publicar minhas tentativas, frustradas ou não (espero que as frustradas sejam minoria) de cozinhar e de bolar umas receitas.

Pra começar, vou postar a receita de um sanduíche que eu fiz hoje, o Cebola Burguer. A história dele vem de quando eu era pequeno, e pegava tudo que tinha na geladeira, e colocava no sanduíche (mas não pegava o arroz, feijão, macarrão, etc não). Nem sempre tinha tudo que eu queria colocar, mas invariavelmente tinha cebola e pão francês. Com o tempo, eu ia temperando a cebola com molho inglês, e isso dava um sabor diferenciado, que não vi em nenhum outro sanduíche que leva este vegetal, muito menos na porcaria do CBO do McDonalds.

Então, depois de umas décadas, eu resolvi tentar de novo, afim de bolar uma receita fixa e gostosa. Como não lembro como exatamente como eu fazia, parti para a tentativa e erro. Vamos à primeira tentativa:

Ingredientes
  • 1 cebola
  • 1 pão francês
  • 1 hambúrguer de boi (um bife serve)
  • 1 ovo
  • Molho inglês ou Worcestershire sauce
  • Batata palha
Modo de Preparo
Primeiro, corte o pão no meio (corte diametral, o corte comum, mas não deixe um dos lados presos, pq senão não vai caber os ingredientes no meio). Depois corte a cebola em rodelas e tempere com molho inglês. Você pode colocar um pouco de sal ou azeite também se quiser. Daí, deixe a cebola pegando um pouco de gosto e prepare o hambúrguer do jeito que você preferir (assado, grelhado ou frito). Refogue a cebola até ela começar a fritar, de preferência na panela em que você fritou/grelhou a carne. Se precisar, coloque um pouco de azeite para facilitar.

Frite o ovo com a gema dura ou mexido (melhor o ovo inteiro com a gema dura pra não fazer bagunça). Primeiro coloque o ovo no pão, depois a carne, depois a batatinha, depois a cebola. Feche o sanduíche com a outra metade do pão e GG.

Confesso que esta versão não ficou muito boa, não ficou do jeito que eu lembrava mas deu pra comer mas já sei o que vou tentar para a versão 1.1: colocar menos cebola (metade) e adicionar uma fatia de algum queijo, tirar a batatinha e alterar a ordem dos ingredientes no sanduíche.

Logo posto os resultados aqui!

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Zumbis Biológicos x Artificiais [Viral Jogos De Zumbi]


Clique para ampliar a figura acima!

Uma imagenzinha que eu fiz para fazer uma pesquisa na página do Facebook do site Jogos de Zumbi e também pra ajudar a divulgá-los, que estão fazendo um trabalho bacana, atualizando o site todo os dias, etc.

Resolvi postar aqui também, pra saber o que vocês acham... Então?

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Husk [Filme]

Husk é um filme de terror americano, lançado em 2011 como parte da série After Dark Films. Conta a história de um grupo de jovens que estavam viajando pelo interior dos EUA e, após um corvo bater no vidro do carro, este fica inutilizado, parando perto de um milharal com uns espantalhos muito sinistros.

Os espantalhos se revelam mortos-vivos, que ao matar, transformam a vítima em um espantalho zumbi, aumentando seus números.

O filme conta com vários pontos positivos. Logo de cara já posso citar a boa filmagem e a atmosfera tensa. A aflição fica por conta de um terror psicológico, ao contrário destes filmes que ficam colocando cenas "fortes" para chocar.

Além disto, pode parecer um paradoxo, mas tem clichês de vários filmes de terror, mas seu enredo não é manjado. Isto pois, apresenta-os de maneira diferente, quase subliminares. Então, você vai assistir várias cenas familiares, sem quebrar o suspense.

Entretanto, achei prudente a ausência de alguns clichês idiotas de filmes de terror, como por exemplo aqueles rockzinhos mela cueca (que os amadores e posers acham pesadassos) relacionados aos personagens jovens americanos. É meio spoiler, mas o protagonista não é a mulher (outro clichê sem sentido).

Espantalhos, mortos-vivos, rednecks e maldição de família. Tem mimimi, mas não é nada exagerado. Logo os personagens desconfiam que tem algo tenso e sobrenatural rolando e atuam a partir daí, ao invés de ficarem gritando e tirando as calças, esperando pra trolha entrar.

Para um filme de terror totalmente não mainstream, conta com um elenco decente e uma boa produção.

Então, não vou dizer que o Husk é um filmaço (como praticamente nenhum dos filmes que faço review) ele não inova nada no gênero, mas é um bom filme de terror pelos motivos que citei acima e em comparação com outros lancamentos recentes do gênero. Recomendo.

Trailer
Trailer do Filme Husk (2011)

Trailer do filme Husk (O Espantalho)Leia a resenha do filme: http://bit.ly/1EpS8zgAssista mais trailers: http://bit.ly/1X0niU3

Posted by Jogos De Zumbi on Saturday, August 29, 2015

Ficha Técnica
Título: Husk (2011)
Título Brasileiro: Espantalho
Duração: 83 minutos Gênero: Terror, Zumbis
Dirigido e Escrito por: Brett Simmons
Elenco Principal: Devon Graye, C. J. Thomason, Wes Chatham, Tammin Sursok e Ben Easter
País: Estados Unidos

Saiba Mais

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Locked Down [Filme]

Locked Down é um filme de ação/luta/crime lançado em 2010. Conta a história de um policial honrado e especialista em artes marciais, que foi injusticado e mandado para a prisão. No decorrer do filme, descobre-se que foi tudo armado, para ele participar de um esquema de lutas undergrounds, controladas pelo gângster Anton Vargas (Vinnie Jones), que foi mandado para a penitenciaria pelo próprio policial.

O filme não tem muitos momentos altamente memoráveis, exceto pela boa atuação e carisma de Vinnie Jones e umas vagabundas que aparecem vez ou outra, em trajes sumários.

Entretanto, não tem nada de incômodo no filme. Bom exceto a tatuagem, pelo menos muito esquisita, em cima da bunda do protagonista, algo eu não precisava de ter visto.

As cenas de luta são decentes, embora quem estiver esperando algo do nível do Undisputed irá  desapontar. Apesar disto, pelo menos na minha humilde opinião, o filme tenta seguir a mesma linha. O Kimbo Slice faz uma pequena aparição também. Papel de presidiario barra pesada é com ele mesmo hein?

Resumindo, tem um enredo simples, porém bacana, e, se você curte filme de prisão sem gaysisse (exceto a tattoo suspeita do cara), pancadaria com artes marciais e Vinnie Jones, vale a pena arriscar, se não tiver nada melhor pra fazer, claro.

Trailer


Ficha Técnica
Título: Locked Down (2010)
Título Brasileiro: A Jaula
Duração: 99 minutos
Gênero: Ação, Crime, Artes Marciais
Direção: Daniel Zirilli
Escritores: D. Glase Lomond, Daniel Zirilli e Bobby Mort
Elenco Principal: Tony Schiena, Dave Fennoy e Vinnie Jones
País: Estados Unidos

Saiba Mais

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Battleship [Filme]

Battleship é um filme de ficção científica militar americano, lançado em 2012. Ele é sobre uma batalha naval que acontece quando um grupo de naves alienígenas hostis, atraídas por um sinal enviado pela Terra para um exo-planeta, chegam ao nosso planeta.

O enredo é simples e neutro. Não espere nenhuma teoria da conspiração nem dramas e conflitos humanos bobos (pelo menos diante de um acontecimento desta magnitude). A ausência dos últimos, é uma bênção, diga-se de passagem.

Infelizmente, no início do filme, antes de começar a guerrinha (o que já me deixou nervoso e decepcionado, por causa do trailer, que parecia muito bacana), fica mostrando umas palhaçadas que você não está nem um pouco interessado. Por exemplo, o papel de palhaço que o protagonista faz pra pegar a mina mais gata do filme (e que, vale dizer, nunca ia funcionar na vida real), seus problemas com autoridade, etc. Único drama relevante, uma lição de vida, foi o do negão com cara de poucos amigos, querendo se reabilitar depois que perdeu as pernas em alguma guerra, que estava revoltado com a situação, mas acaba sendo crucial para os humanos, no decorrer da história...

Mas parece que dividiram o filme em parte ruim e parte boa. Na parte boa, não tem mimimi. Efeitos especiais muito bacanas, pessoal se ajudando e esforçando para resistir a invasão e com uma ação que faz você ficar torcendo pros terráqueos. Quando o filme/série tem muito dramalhão, normalmente você torce para os humanos morrerem logo, pra acabar com a frescura. No Battleship, você torce para que eles mostrem pros aliens o poder da engenharia de guerra naval dos séculos XX e XXI, e mostrar porque somos uma espécie agressiva.

O elenco achei razoável, nada de mais, pra variar. A pequena presença de Liam Neeson não faz muita importância e o protagonista evolui de um zé ruela qualquer para um líder, embora seu personagem não seja marcante como o mafioso do Thinner e outros épicos chars de épicos filmes.

Resumidamente, é tipo um Independence Day sem o Will Smith e várias histórias secundárias interligadas de alguma forma, misturado com Transformers, sem exagerar no nhenhenhé com namoradas e outros assuntos mundanos e inócuos.

Trailer

Ficha Técnica
Título: Battleship (2012)
Título Brasileiro: Battleship - A Batalha Dos Mares
Duração: 131 minutos
Gênero: Ficção Científica/Militar
Direção: Peter Berg
Escritores: Jon Hoeber e Erich Hoeber
Elenco Principal: Taylor Kitsch, Alexander Skarsgård, Rihanna Brooklyn Decker e Liam Neeson
País: Estados Unidos

Saiba Mais